Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AQUI HÁ GATA...

Ai há, há!


Sexta-feira, 01.02.13

É um livrinho de 8 em 8 horas...

Diz que agora em Inglaterra os médicos vão passar a prescrever, a pessoas com problemas psicológicos leves e moderados*, a leitura de livros de auto-ajuda. Depois cabe-lhes ir requisitá-los à biblioteca local. Parece que é baseado numa prática que já vem a ser realizada no País de Gales há um ano e dizem que faz efeito:"There is a growing evidence base that shows that self-help reading can help people with certain mental health conditions to get better." Agora ja sabem... pensem duas vezes antes de enfiarem mais um Xanax no bucho...

 

Deixem o Gaspar ouvir esta e será ver os médicos a preescrever livros ao pessoal...

 

Ler aqui.

 

*raiva, ansiedade, ataques de pânico, depressão, fobias,... (são eles que dizem, não sou eu!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Smelly Cat às 19:43

Quinta-feira, 10.01.13

É este o exemplo que queremos seguir?

Acabei de ler esta notícia no jornal Público. O FMI recomenda que se subam, ainda mais, as taxas moderadoras dos cuidados de saúde que, no caso das urgências hospitalares, poderão chegar à bela quantia de 40 euros. Sim, leram bem, o dobro do que já é praticado. Sinceramente, não sei para onde é que este país vai. Achar que ainda se paga pouco pelos cuidados de saúde é mesmo de quem não conhece a realidade. Caminhamos para a americanização do sistema de saúde. E isso preocupa-me muito. É este o exemplo que queremos seguir? A sério? Um país onde a maioria da população não tem acesso a cuidados de saúde, onde esta é um mero negócio em que o lucro é o mais importante? Milhares de pessoas, com seguro de saúde, vêem os cuidados de que necessitam serem-lhes negados por serem demasiado caros. Muitos milhares não conseguem sequer acesso a um seguro de saúde, seja por não terem emprego, seja por padecerem de alguma doença (?). É este o exemplo que queremos seguir? É? O exemplo de um país onde aqueles que socorreram as vítimas do World Trade Center e que, por causa disso, ficaram com problemas de saúde muito graves, lhes vêem ser negados medicamentos e cuidados de saúde? O exemplo de um país em que um homem perde alguns dedos de uma mão por causa de uma serra eléctrica e, havendo a possibilidade de os repor cirurgicamente, tem que decidir quais é que lhe fazem mais falta porque o seguro de saúde só cobre a reimplantação de alguns deles?????? Estes são apenas alguns dos exemplos apresentados por Michael Moore em Sicko, um documentário sobre o sistema de saúde americano, que nos deixa de queixo caído.

Quando, em Portugal, se debate o sistema de saúde e os seus custos, levantam-se sempre vozes que dizem que este não é financeiramente viável. Não é viável? E que tal estudarem exemplos de países em que, comprovadamente, se verifica que é? Nem falemos de países nórdicos, porque esses são um campeonato à parte. Eu falo de sistemas de saúde de países como Inglaterra ou França... É possível sim! O problema de Portugal é o chico-espertismo, o oportunismo, a má gestão de recursos...

Este documentário de que falei é imperdível e julgo que se consegue ver na íntegra no YouTube. Põe o dedo na ferida de uma forma que não nos deixa indiferentes.

Repito, é este o exemplo que queremos seguir?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Smelly Cat às 14:17


Mais sobre mim

foto do autor


Smelly Cat

O meu lema é: devagar, devagarinho e pela sombrinha. Preguiça é o meu nome do meio. Sou roliça e bato em quem disser que sou gorda! Sou dona e senhora do meu focinho e não gosto que se metam comigo...

Contacto

aquihagata@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Estou a ler...




Este blog é fã da Mafalda!

Ela é que devia mandar nisto tudo!...